Home | Mapa do Site

     

Compatibilidade

Como já mencionamos, a compatibilidade é o factor mais importante a ter em conta quando pensa em fazer um "upgrade" à memória. Poderá ser muito útil utilizar uma ferramenta disponibilizada por alguns fabricantes de memória chamada "configurador de memória"

QUE TIPO DE MEMÓRIA É COMPATÍVEL COM O MEU SISTEMA?

A forma mais fácil de determinar que tipo de memória é compatível com o seu sistema é consultando a documentação que veio com o seu computador. Se precisar de ajuda adicional utilize um configurador de memória disponível de muitas fontes, incluindo a Kingston. A Kingston e outros fabricantes de memória disponibilizam essa ferramenta para ajudá-lo a obter a configuração certa para o seu sistema. Com o configurador da Kingston poderá procurar por 5 critérios diferentes:

Para aceder ao configurador de memória da Kingston navegue para: www.kingston.com

E SE NÃO CONSEGUIR ENCONTRAR O MEUS SISTEMA NO CONFIGURADOR DE MEMÓRIA?

Se não conseguir encontrar o seu sistema no configurador de memória, é provável que encontre o tipo de memória que precesa no manual do computador. Na maior parte dos casos, o manual disponibiliza informação sobre a velocidade, tecnologia e outras especificações da memória. Esta informação é, normalmente, suficiente para esolher um módulo por especificação. Se achar que não tem informação suficiente pode sempre contactar o fabricante do seu sistema.

QUANTAS RANHURAS TENHO DISPONÍVEIS?

Pode ou não fazer ideia de como é o seu computador por dentro e como é que a memória é configurada. Pode ter aberto o PC quando o comprou para ver a configuração por dentro, ou pode ainda ter visto um diagrama da configuração de memória no manual da board. Mas mesmo que tão tenha a mínima ideia de como é a configuração do seu sistema, pode utilizar o configurador de memória Kingston para descobrir.  Para cada sistema, a configuração inclui um diagrama, chamado esquema do banco (bank schema), que indica como as ranhuras de memória são dispostas no seu sistema e quais são as configurações básicas.

COMO LER UM ESQUEMA DE BANCO (BANK SCHEMA)

Um esquema de banco (bank schema) é um diagrama de linhas e colunas que mostra o número de ranhuras de memória (memory sockets) no seu sistema. Este diagrama é um banco teórico e não o layout real da board; é desenhado para ajudá-lo a rapidamente determinar as exigências do seu sistema quando adicionar módulos de memória.

Num esquema de banco (bank schema), cada símbolo representa uma ranhura de memória (socket):
Exemplo: = 4 ranhuras de memória
Cada coluna no diagarama representa um banco de memória. O número de “
numa coluna representa o número de ranhuras de memória desse banco de memória. Faz-se o upgrade num banco de cada vez. Por exemplo, se existirem quatro colunas com dois em cada coluna, o upgrade faz-se com dois módulos de cada vez. Porém, se existir apenas uma linha de , o upgrade pode-se fazer com um módulo de cada vez.

Exemplos:

8 ranhuras =sockets
(Os módulos devem ser instalados um de cada vez em qualquer combinação)

8 ranhuras (4 bancos de 2) =   
(Os módulos devem ser instalados dois de cada vez)

4 ranhuras (1 banco de 4) =
(Os módulos devem ser instalados quatro de cada vez)

A memória standard (quantidade de memória base que vinha de fábrica com o PC) aparece no diagrama como removível ou não removível.

A memória removível vem na forma de memória que encaixa nas ranhuras de memória, e, se for conveniente, poderá ser removida e substituída por um módulo de maior capacidade. A memória removível é representada pelo símbolo "” com um número próximo: significa que um módulo de 4MB está na primeira ranhura e que a segunda ranhura está vazia.

A memória não removível vem normalmente na forma de chips soldados directamente na placa mãe. É representada no esquema entre parentesis rectos:
indicatas 4MB de memória não removível soldada na board e duas ranhuras disponíveis.

Se o seu sistema não está incluído no configurador, poderá saber quantas ranhuras tem disponíveis pressionando F1 ou Del no arranque do seu computador. Se o seu sistema suporta esta funcionalidade, deverá aparecer esta informação. Se não acontecer nada consulte o manual do seu PC.

Como último recurso, poderá abrir o seu PC e verificar quantas ranhuras tem disponíveis. MUITO IMPORTANTE: Antes de abrir o computador verifique se está a violar alguma norma da garantia.

COMO DEVO PREENCHER AS RANHURAS (SOCKETS)?

Na maior parte dos casos, é melhor planear o upgrade de memória tentando manter o(s) módulo(s) que vêm de origem com o computador. Mas a realidade é que, devido ao preço mais baixo dos módulos de capacidade mais baixa, é frequente os computadores virem de fábrica com mais ranhuras completas que as desejadas. Imaginemos um PC com 512MB de memória instalada e 4 ranhuras. Infelizmente é frequente verificar que trazem de fábrica dois módulos de 256MB quando poedriam trazer apenas um de 512MB.

Quando planear o upgrade de memória, pense sempre em comprar o módulo com a maior capacidade que acha que irá precisar. Normalmente as especificações de memória do software duplicam num ano.

 

seguinte >>